Paranoias de um mundo moderno

Publicado: 22/12/2009 em Ensaios
Tags:, , , , ,

Você já reparou em como as pessoas estão ficando cada vez mais loucas? Reparou que muitas vezes você vê atitudes, palavras, conceitos, etc. que não estão condizendo muito com a realidade? Já reparou que, a cada dia, existem mais e mais loucuras? Estas são as paranoias do mundo moderno. E eu acho que não vão parar por aí.

Nessa semana, eu li um artigo na internet que me deixou bobo. Bom, no mínimo, tonto e perdido. O Samuel Arendt, do blog Papo Freela, comentou comigo sobre este artigo e me deu a dica de escrever sobre o assunto. O título do artigo é “Papai Noel promove estilo de vida pouco saudável, diz especialista.” Essa notícia saiu no site da BBC Brasil. Se você quiser, pode ler o artigo aqui. Claro que os especialistas devem ter muitos motivos para chegarem a uma conclusão dessas. Mas eu, sinceramente, achei uma tremenda de uma bobagem sem tamanho. E eu vou dizer porquê.

Eu não acredito mesmo que a imagem do Papai Noel indique para as crianças que elas devem ser gordas. A imagem do Papai Noel para as crianças é completamente outra. É de magia, emoção, carinho, amor, paz, e claro, presentes também. A semiótica relacionada à imagem do Papai Noel para as crianças, não tem nada a ver com comidas gordurosas e fast food. Eu realmente não acredito que uma criança se influencie pela imagem do “físico avantajado” do Papai Noel e saia correndo se entupir de gordura. A imagem do físico das modelos de passarela é que influenciam negativamente as crianças, pela própria imagem que vendem, que é a de beleza extrema, de ser diferente e melhor do que os outros, por exemplo.

A imagem que o Papai Noel “vende” nada tem a ver com os “dotes físicos”. Aliás, é completamente o oposto disso. Devido a uma paranoia do mundo moderno, daqui a pouco o Papai Noel será representado como um bombadão de academia, com seus músculos incríveis, para ajudá-lo a carregar todos os presentes. E sabe o que é pior? Eu não duvido! É um completo absurdo. A imagem do Papai Noel é de amor, e não de um físico “maravilhoso”. E é assim que deve continuar. Existe influência mais positiva do que o amor?

Outro artigo que eu li esses dias, foi na revista Super Interessante. Não lembro o nome do artigo, mas falava sobre aquecimento global. Eles relacionaram (e corretamente) o consumo de carne com o aquecimento global. Por quê? Porque quanto mais comemos carne, mais gado é necessário para a produção. Existindo mais gado, mais gás metano (o peido do boi) é lançado na atmosfera, o que promove (e em uma grande porcentagem) o aquecimento do nosso planeta.

Pois bem! Então vamos parar de comer carne! (Pausa de sete segundos.) É. Isso mesmo! Pare agora mesmo de comer carne! Vamos torcer para que inventem um comprimido que a gente tome para poder suprir as necessidades do corpo, que a carne do boi oferece. O que eu quero dizer é que, daqui a pouco, vão querer proibir o consumo de carne bovina. Tudo por causa do aquecimento global. Coisa que, quem deveria se preocupar, são as grandes empresas que poluem o nosso meio ambiente. Mas também não podemos ser hipócritas, porque usamos todos os dias os produtos que elas produzem.

Eu acho que está faltando muito bom senso. Já pensou se fôssemos proibidos de consumir todos os produtos que fazem mal à nossa saúde e ao meio ambiente? Vamos ver alguns exemplos:

O consumo de carne

Existem estudos que dizem que a carne vermelha é prejudicial à saúde. Além disso, o peido do boi facilita o aquecimento global. Tudo bem. Mas sinceramente, quem deixaria de comer carne? De onde tiraríamos o que a carne oferece ao nosso corpo? De uma pílula? De outros produtos? Muitas pessoas gostam e querem consumir carne, por mais que faça “mal” à saúde.

O consumo de sal

Já inventaram algum ingrediente que substitui o sal? Eu ainda não conheço. Imagine como seria o sabor dos alimentos que consumimos se não fosse o sal? Eu adoro sal. E mesmo que digam que faça mal à saúde, eu quero ter o direito de continuar consumindo sal.

O uso de roupas

Sim. Sabemos que as roupas são fabricadas por processos industriais, que prejudicam o meio ambiente. Mas será que conseguiríamos viver sem roupas? Ou será que conseguiríamos fabricar manualmente as nossas próprias roupas?

O uso de preservativos

Já sabemos que a Igreja Católica condena o uso de camisinhas ou de qualquer outro tipo de preservativo. Tem uma explicação. O sexo existe para que os seres humanos procriem. O sexo não deve ser usado simplesmente como fonte de prazer. É um pecado agir assim em relação ao sexo. Tudo bem. Mas se fôssemos proibidos de usar preservativos, quantas pessoas não iriam ficar doentes e até morrem devido às doenças sexualmente transmissíveis? Você aceitaria arriscar a sua saúde pela causa maior do sexo que é a procriação?

O trabalho do dia a dia

Se você é como eu, que fica horas no trabalho na frente da tela de um computador, sabe os problemas de saúde que isso traz. Vista cansada, dor nas costas, LER, dor no pescoço etc. Seria viável não utilizar mais o computador para trabalhar, tanto para economia global quanto para você?

O consumo de energia elétrica

O consumo de energia elétrica também prejudica o meio ambiente. OK. Você consegue imaginar nossa vida sem energia elétrica?

Claro que existem milhares de itens que eu poderia colocar aqui, coloquei só os principais. Mas pare um pouquinho e pense em todas as coisas que você usa, consome, come, bebe todos os dias e que prejudicam de alguma forma a sua saúde. Tenho certeza que você encontrará muitas coisas. E depois, pare para pensar como seria a sua vida sem esses itens. Alguns deles você conseguiria dispensar, mas tenho certeza que não todos.

Existem muitas coisas que consumimos hoje, que não dá para deixar de consumir. Caso contrário, voltaríamos à Idade Média. Todas as coisas criadas pelo homem têm a função de facilitar a nossa vida. Não sou a favor do consumismo desenfreado, mas acho que algumas coisas não podem ser deixadas de lado. O importante é ter bom senso. Saber que você pode consumir menos do que consome. Tente consumir somente o que você precisa. Tenho certeza que, se livrando de muitas coisas materiais da vida, seremos mais livres. Uma liberdade verdadeira.

E quanto à paranoia sobre o Papai Noel, esqueçam! Isso é besteira! Se for assim, acho que o Super-homem deve ser banido por fazer as crianças pensarem que podem voar e destruir carros com um só dedo. O Homem-aranha também deve ser banido porque as crianças podem pensar que poderão escalar prédios sem proteção alguma. O desenho do Tom & Jerry também deve sumir, por incentivar a violência e o desprezo entre dois seres. O Pica-pau deveria ser preso, por fazer as crianças pensarem que você pode ferrar com os outros e sair numa boa da situação. Paranoias, paranoias e mais paranoias!

É!… São as paranoias do mundo moderno. Espero que isso não aumente demais. A nossa vida é assim e devem existir outras maneiras menos paranoicas de resolver os nossos problemas. Com bom senso.

PS: Papai Noel, se você estiver lendo isso, por favor, continue gordinho! =)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s